Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» Motto - tem algum?
Qua Jun 08, 2016 2:11 pm por istyar

» "SEJEM" Bem vindos de volta pessoal.
Seg Dez 07, 2015 2:46 pm por Sorata

» Digimon Tri
Ter Nov 24, 2015 11:35 am por Akito

» Black Friday
Qua Nov 18, 2015 11:29 am por Isa

» O Ano é 2015
Ter Nov 17, 2015 11:18 pm por Silvio

» 4S Recomenda: Anime/Mangá
Ter Nov 17, 2015 5:03 pm por João Aranha

» Como se ver daqui a 20 anos
Ter Nov 17, 2015 12:40 am por Akito

» Perolas do 4S
Ter Nov 17, 2015 12:20 am por Akito

» olá pessoal eu sou novo aqui
Ter Fev 10, 2015 7:22 pm por Ster

Divulgue!
4Stars Anime Club


Redes Sociais


A comercialização da Cultura

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A comercialização da Cultura

Mensagem por Kirano em Dom Fev 06, 2011 11:21 pm

Graças ao post de musica tive esta ideia. Hoje vemos que o capitalismo chegou até nossa cultura de maneira extremamente forte. Na música temos bandas que duram pouco mas vendem, na literatura temos fenômenos que não tem valor mas por ter uma formula comercial dá extremamente certo (Ex: Crepúsculo - sonho de criança feminino / Codigo Da Vinci - ter atacado a igreja). No cinema temos uma sucessão de filmes que utilizam clichês e efeitos especiais, mas que faturam mais do que nunca.
Estamos rodeados de formulas comerciais, antigamente certas vertentes estavam fora desse conceito e agora tudo faz parte da grande potencia capital, e ainda seguem a linha do marketing de que quando um produto está morrendo ou se lança outro ou se prolonga sua vida com uma modificação. Na música é difícil prolongar, então surgem novas bandas, na literatura e cinema se fazem continuações.
Agora vamos ao que interessa, tal comercialização da cultura a mata ou é apenas "evolução"? Se é a evolução, ela é benéfica? Como isso tem lhes afetado? Será que no futuro tudo será apenas uma questão de formulas, onde você sempre terá capacidade de saber o que acontecerá?
avatar
Kirano
Jupiter
Jupiter

Mensagens : 1850
Inscrição : 28/05/2007
Idade : 29

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A comercialização da Cultura

Mensagem por Popo em Dom Fev 06, 2011 11:27 pm

Eu acho positivo isso tudo, pois quando algo de qualidade surge, ganha muito mais valor.
avatar
Popo
Jupiter
Jupiter

Mensagens : 5321
Inscrição : 28/05/2007
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A comercialização da Cultura

Mensagem por Blacksand em Seg Fev 07, 2011 1:01 am

O fator chato disso tudo é o excesso de lixo que emerge no meio comum, tornando muito difícil localizar algo que presta com a mesma velocidade que em tempos atrás. Não digo que seja algo totalmente positivo ou negativo, mas de fato é uma evolução, tal qual o limiar da necessidade/velocidade que as pessoas têm hoje em dia.

Antigamente você aguardava um ano inteiro para ouvir uma música nova de artistas famosos como Sinatra, Jovem Guarda e outros contemporâneos. Hoje, a cada 30 segundos, temos novas músicas do mundo inteiro a um clique de distância. É uma ótima variedade, mas dificulta horrores na hora de achar qualidade. Até pelo critério de "qualidade" ir se refinando com o passar do tempo.

Uma coisa que me entristece é a quantidade músicas sem letra, com boas batidas e bons vocais que estão fazendo sucesso. O que é Ke$ha? 30 seconds to Mars? Restart? Essas pessoas poderiam fazer um trabalho melhor, pois têm potencial, mas estão num ciclo de modismo que acho musicalmente ignorante. E o rock faleceu em 2000. Ponto.
avatar
Blacksand
Jupiter
Jupiter

Mensagens : 2155
Inscrição : 28/05/2007
Idade : 30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A comercialização da Cultura

Mensagem por Hidekee em Seg Fev 07, 2011 7:34 am

Não vejo como evolução nem retrocesso, apenas um efeito do "movimento" em que vivemos, que huns chamam de hipermodernismo e outros de outras coisas, mas todos concordam que este movimento em que estamos inseridos (o que dificulta mtas vezes perceber melhor) busca o imediatismo. Tudo hoje em dia deve ser feito para "ontem". Assim, como bem citou, as bandas vão ficando velhas rapidamente.

Claro que vem a velha história de que qualidade baixa está associada, e é verdade. Mas "fórmulas de sucesso" sempre existiram, então não é novidade, mas sim as pessoas engolirem isso mais facilmente ou não, isso que muda de uma época para outra. Hoje vemos as pessoas aceitando sem nem questionar, com justificativas de "pq todo mundo gosta".

Por mais que fórmulas de clichês dêm certo no momento, elas não duram. Codigo Da Vinci é coisa do passado já (graças a Deus) e em breve será Crespúsculo, se já não é. As bandas que vem e vão são exemplo também, tanto que eu mesmo mal lembro de bandas recentes que "marcaram".

Mas como todo movimento, este tende a sumir para dar lugar a outro. Provavelmente um que nege esse excesso gerado, como pessoas que já buscam maior qualidade de vida com calma em vez de a agitação insana que vivemos. Isso cedo ou tarde irá refletir na cultura como músicas, filmes, livros e assim vai.

Eqto isso vamos garimpando pq ainda tem coisas boas, como Popo citou, que valorizamos mais ainda em meio a tanta porcaria.


avatar
Hidekee
Hidekon
Hidekon

Mensagens : 12499
Inscrição : 24/05/2007
Idade : 37

http://hidekeitaro.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A comercialização da Cultura

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum