Conectar-se

Esqueci minha senha

Últimos assuntos
» Motto - tem algum?
Qua Jun 08, 2016 2:11 pm por istyar

» "SEJEM" Bem vindos de volta pessoal.
Seg Dez 07, 2015 2:46 pm por Sorata

» Digimon Tri
Ter Nov 24, 2015 11:35 am por Akito

» Black Friday
Qua Nov 18, 2015 11:29 am por Isa

» O Ano é 2015
Ter Nov 17, 2015 11:18 pm por Silvio

» 4S Recomenda: Anime/Mangá
Ter Nov 17, 2015 5:03 pm por João Aranha

» Como se ver daqui a 20 anos
Ter Nov 17, 2015 12:40 am por Akito

» Perolas do 4S
Ter Nov 17, 2015 12:20 am por Akito

» olá pessoal eu sou novo aqui
Ter Fev 10, 2015 7:22 pm por Ster

Divulgue!
4Stars Anime Club


Redes Sociais


Morre o autor de "Gen: Pés Descalços"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Morre o autor de "Gen: Pés Descalços"

Mensagem por João Aranha em Ter Dez 25, 2012 9:58 am

Justamente hoje, véspera de Natal, caiu essa notícia no colo: morreu, na cidade de Hiroshima (no Japão), Keiji Nakazawa – autor de Gen: Pés Descalços, graças a um câncer de pulmão. Nakazawa talvez tenha elevado seu nome para um patamar maior do que apenas entrar para a história dos quadrinhos: ele criou uma das mais importantes obras a definir um papel social para essa mídia, focada no discurso pacifista e na luta contra a proliferação das armas nucleares. Foi graças a esse papel que Gen se tornou um dos primeiros mangás na história a ter projeção internacional, levando à criação de uma versão remontada e editada, de quatro volumes, pensada no sentido de difusão da mensagem. Detalhes como sentido de leitura ou qualidade técnica não importavam; o fundamental era a missão de avisar aos povos sobre o perigo nuclear – em tempos de uma corrida armamentista com proporções alarmantes.

Há realmente muito a dizer sobre a importância de Gen – eu diria que neste momento é o mangá em publicação no Brasil mais relevante e obrigatório (a editora Conrad já anunciou o quinto volume da versão integral para as livrarias; não confundam com uma revista homônima que a Abril vem publicando em bancas, pelo amor de Deus!), e um dos mais extraordinários exemplos dos quadrinhos como veículo de uma mensagem. Claro, ele funciona como entretenimento; é um melodrama, afinal de contas. Mas também funciona para abrir os olhos para um público mais jovem sobre tópicos como manipulação de massas, abuso de autoridade e claro, das guerras em si e da catástrofe que representaria uma eventual guerra nuclear, publicada em plena guerra fria, através da trajetória de um garoto que sobrevive à bomba de Hiroshima e começa uma trágica via crucis de sobrevivência. Não custa lembrar que a carreira desse título começou nada mais nada menos do que no almanaque semanal para garotos Shonen Jump, em 1973, e ele foi segurado na revista, apesar dos desvãos de popularidade, enquanto o editor se esforçou para tal. Gen podia não fazer o sucesso de um mega-hit da época como Koya no Shonen Isamu ou Mazinger Z, mas ele estava ali por um motivo maior. Era necessário – algo que existia para dizer o que ninguém queria ouvir. Esse trabalho é de imensa importância – tanto que as páginas originais de Gen foram doados ao Museu de Hiroshima em 2009. O que foi dado aos quadrinhos com isso não tem tamanho: essa mídia gerou uma das maiores obras vocais contra uma atrocidade já produzida. Por isso mesmo, ela tem que ser lida.

Por isso mesmo, muito obrigado, Senhor Nakazawa. Por tudo. O que o senhor fez, será sempre lembrado.





Fonte: Maximum Cosmo
avatar
João Aranha
Jupiter
Jupiter

Mensagens : 3458
Inscrição : 27/05/2007
Idade : 33

http://www.twitter.com/joaoaranha

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Morre o autor de "Gen: Pés Descalços"

Mensagem por ** Trunks ** em Dom Dez 30, 2012 9:58 pm

Uma pena =/



avatar
** Trunks **
Bocoh!
Bocoh!

Mensagens : 11685
Inscrição : 25/05/2007
Idade : 107

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum